Cabelos curtos também podem investir em luzes para transformar o estilo das madeixas. Se com os longos, os pontos de luz e técnicas mais marcantes se destacam na extensão dos fios, como californianas e o ombré para os fios no estilo pixie, ‘joãozinho’ ou chanel, as tonalidades mais claras destacam, criam profundidade e mudam o visual de quem adota o visual.

Luzes finas dão efeito natural aos cabelos como se fossem “queimados de sol”, dando a impressão de que as madeixas têm aquela cor natural.

Este efeito ajudou a suavizar o estilo dos fios, principalmente para as de cabelos escuros, que investem nos pontos de luz para amenizar a cor castanha.

Este procedimento também é propício para renovar o corte e eliminar as pontas ressecadas dos cabelos, muitas vezes causados por procedimentos como relaxamentos, excesso de química e etc, e também tirar as longas madeixas da mesmice, é sempre bom inovar!

As luzes finas também são opção para quem quer clarear os fios sem mudanças radicais e fazer inúmeras transições entre o castanho e o loiro.

Outra opção de corte curto que está em alta é o “long bob”, ou o chanel na altura dos ombros. Ele é curto nas laterais e nuca, mas tem a franja mais comprida, levemente desfiada. Algo no caminho mais tradicional é o “bob cut”, que segue o formato da cabeça e termina na altura do queixo, com uma base reta para o cabelo, com pontas desproporcionais para dar movimento, explica Ueber Lima.